ANÁLISE ENEM 2021
Ajudamos Colégios e Alunos a planejar o acesso ao ensino superior, baseado em dados e analytics.
Quer entender melhor como esta ferramenta pode te ajudar?
Preparamos os vídeos abaixo explicando como usar todas as funcionalidades!
ZBS
EDUCAÇÃO
O que é esta ferramenta?
+

      Fazer o ENEM é um momento importante na vida de milhões de estudantes todos os anos. ​E todos os anos o INEP disponibiliza os microdados do ENEM (bases de dados contendo informações anonimizadas sobre os candidatos e as respostas dadas por eles no exame propriamente dito e também no questionário socioeconômico que é preenchido na inscrição para participar do exame), mas são necessários conhecimento e ferramentas adequadas para conseguir trabalhar com esses microdados.​

      A ZBS, há mais de 20 anos, trabalha com processamento e análise de dados e entende que os microdados do ENEM são fundamentais para a sociedade conhecer e debater a situação da educação no Brasil. Desse modo, visando democratizar o acesso às informações contidas nos microdados do ENEM, publicamos e mantemos desde 2018 a ferramenta “Análise de Dados do ENEM”, permitindo que todas as pessoas consigam explorar esses dados.​

      A ferramenta apresenta três seções principais: análise do questionário socioeconômico respondido pelos candidatos, o que permite identificar, por exemplo, como o acesso à internet influencia nas notas obtidas no exame; rankings das escolas, uma forma de identificar e comparar o desempenho das escolas; e acerto das questões, que possibilita entender como foram as respostas dadas pelos candidatos em cada questão do exame.​

      Vários usos são possíveis: futuros candidatos podem estudar as questões e entender a importância da coerência pedagógica no exame; professores podem entender o desempenho de seus alunos por questão, competência e habilidade; diretores de escolas podem entender e comparar o desempenho de suas escolas; secretarias de educação podem avaliar o desempenho das escolas e dos alunos de sua região, o que auxilia na elaboração de planos de ação para ajudá-los.​

      Nossa esperança é que, a partir dessas análises e discussões, cada vez mais estudantes cheguem mais bem preparados para realizar o ENEM. ​

  Acesse a ferramenta, analise, discuta!​

 

Time ZBS

youtube.png
ATENÇÃO!
Os Microdados do ENEM 2021 foram publicados pelo INEP no dia 18/02/2022 seguindo as novas normas da LGPD, impossibilitando a classificação das escolas em um ranking. Os dados por escola ainda não foram publicados para o ano de 2021

Do arquivo "Leia Me" disponível nos microdados:
"O Inep está em processo de estudo e adequação quanto à forma de disponibilização dos seus dados no site, buscando, por meio da interpretação sistemática das normas vigentes - em especial, a Lei nº 13.709 (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais), de 14 de agosto de 2018, e a Lei nº 12.527 (Lei de Acesso à Informação), de 18 de novembro de 2011 -, garantir o atendimento aos dispositivos legais.  Destaca-se, por fim, que a revisão do mapeamento dos macroprocessos no Inep está sendo conduzida pela recém-criada Assessoria de Governança e Gestão Estratégica (AGGE) no Inep, que está pautada pelo fortalecimento da transparência e integridade dos procedimentos deste Instituto. Este esforço de governança deverá abarcar o aprimoramento das iniciativas referentes à implementação da Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) e da Lei de Acesso à Informação (LAI), inclusive quanto à disponibilização dos microdados, e a expectativa de finalização de revisão de todos esses processos é em dezembro de 2022."
" Com a adoção do modelo simplificado de microdados para o Enem 2020, foram realizadas as seguintes alterações na tabela MICRODADOS_ENEM_2020, em relação à edição anterior do exame:

•Excluir a variável
CO_ESCOLA;
•Excluir dos microdados informações referentes aos pedidos de atendimento especializado e específico, recursos de atendimento especializado e específico para a realização da prova;
•Substituir a variável NU_IDADE por TP_FAIXA_ETARIA;
•Excluir informações referentes aos municípios de nascimento e residência do participante.

Foram excluídos da base do microdados os registros dos participantes que realizaram as provas: 601, 602 e 684 de Ciências da Natureza; 571, 572 e 654 de Ciências Humanas; 581, 582 e 664 de Linguagens e Códigos; e 591, 592 e 674 de Matemática. Isso porque o número de participantes que realizaram essas provas era muito pequeno, o que permitiria a sua identificação indevida."